Edit Template

Câmara da Lagoa apresenta ópera “Suor Angelica”

A Câmara Municipal da Lagoa, através da Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira, irá promover, e em parceria com o Conservatório Regional de Ponta Delgada e a Associação Cultural e Recreativa «Viagem no Tempo», a Ópera Suor Angelica, de Giacomo Puccini, no próximo Domingo, dia 16 de Junho, pelas 20h30. O evento, que terá lugar na igreja do convento de Santo António, será de entrada livre e destinado à comunidade em geral.
«Suor Angelica» trata-se de uma ópera em um só acto, da autoria do italiano Giacomo Puccini, um dos maiores compositores da história da ópera mundial. Será agora interpretada pela classe de estúdio de ópera do Conservatório Regional de Ponta Delgada, com a direcção artística de Cármen Subica e Carina Andrade. Nataliya Silva será a pianista que acompanhará a ópera.
A personagem principal será interpretada por Alexandra Pacheco. Suor Angelica é uma jovem freira que foi enviada para o convento como castigo por ter tido um filho fora do casamento. Durante os sete anos que passa no convento, Angelica dedica-se às plantas para fins medicinais e vive com a esperança de receber notícias do seu filho. A tia, Principessa, visita Angelica no convento para a fazer assinar os documentos de renuncia à herança familiar, revelando, finalmente, a trágica notícia, da morte do seu filho. Angelica, desesperada, prepara um veneno com as suas plantas e ingere-o, com o propósito de se encontrar com o filho na vida após a morte. No momento final, Angelica percebe que está a cometer um pecado ao terminar com a sua vida. Perante o seu desespero, implora perdão à Virgem Maria e a ópera termina com uma visão celestial da Madonna trazendo o filho de Angelica nos braços.
De referir que, esta iniciativa se enquadra no âmbito da política cultural levada a cabo pela Câmara Municipal da Lagoa de proporcionar momentos culturais à comunidade, muito dos quais gratuitos, em distintos espaços do concelho. De acordo com a vereadora da Educação e Cultura, Albertina Oliveira, a oferta de eventos culturais tem sido uma aposta do serviço de educação e cultura ao longo de 2024, havendo a preocupação de realizar eventos para vários tipos de público.
Recorde-se que, a programação cultural da edilidade, no corrente ano, iniciou-se, justamente, com a realização do espectáculo «As árvores não têm pernas para andar» da pianista Joana Gama, destinada aos alunos do 4.º ano do concelho. Para além deste, também este ano e para outros públicos, já foram realizadas sessões de cinema, concertos, encontros com escritores, palestra, e, para os mais novos, espectáculos de magia e de teatro.

Edit Template
Notícias Recentes
Chega diz que “Pico é uma vítima do excesso de proibicionismo”
Lagoa terá Plano Municipal de Juventude
Bombeiros de Ponta Delgada irão transportar Coroa do Município na Grande Coroação
Água Retorta recebe XII Mostra Gastronómica no final de Julho
Povoação prepara-se para “Kids Festival” nos dias 20 e 21 de Julho
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores