Artigos

Mais 165 beneficiários do RSI nos dois primeiros meses deste ano

pessoas em Ponta Delgada1O número de beneficiários e famílias  dos Açores que recebem o Rendimento Mínimo de Inserção (RSI) aumentou em Fevereiro, com mais 165 beneficiários em relação ao mês de Janeiro.

Comparando com o mês homólogo, regista-se uma descida de 951 beneficiários.

No final de Fevereiro existiam nos Açores 17.796 beneficiários do RSI.

Quanto ao número de famílias, são mais 30 de Janeiro para Fevereiro, e menos 317 do que em Fevereiro de 2018.

A nível do país, também o número de beneficiários e famílias aumentou ligeiramente em fevereiro, havendo actualmente mais de 219 mil pessoas e 100.655 agregados a receber esta prestação social.

De acordo com os dados mais recentes do Instituto de Segurança Social (ISS), no final do mês de Fevereiro havia registo de 219.367 beneficiários do RSI, mais 866 do que em Janeiro, o que representa um aumento de 0,4%.

Em relação às famílias, os dados mostram que em Fevereiro havia 100.655 agregados com direito ao RSI, mais 102 do que no mês anterior.

No entanto, tanto no caso das famílias como dos beneficiários individuais, a tendência foi de decréscimo quando comparado com o período homologo de 2018, em que havia mais 1.127 pessoas com direito ao RSI e mais 635 famílias.

Relativamente à distribuição geográfica, os dados mostram que a maior parte dos beneficiários está concentrada nos distritos do Porto (62.800), Lisboa (40.459), Setúbal (20.624) e Região Autónoma dos Açores (17.796).

Igual distribuição têm as famílias, que também estão concentradas nos distritos do Porto (30.277), Lisboa (18.379), Setúbal (9.117) e Região Autónoma dos Açores (6.324).

No mês de Fevereiro, no país, o RSI teve um valor médio de 117,78 euros por beneficiário, mais 0,29 euros do que em Janeiro, enquanto nas famílias foi de 263,45 euros, mais 0,20 euros do que no mês anterior.