Artigos

“Domingo em Família” com o artista plástico Urbano no Museu Carlos Machado

O Museu Carlos Machado leva a efeito, no próximo domingo pelas 15 horas, no Núcleo de Arte Sacra/Igreja do Colégio, mais uma sessão da iniciativa intitulada "Domingo em Família", desta vez subordinada ao tema "Com Urbano, neste meio de mar".

Promovida pelo Serviço Educativo do Museu, esta actividade contará com a presença do artista plástico Urbano e de alunos da disciplina de Artes Visuais do 12º ano da Escola Secundária Domingos Rebelo, orientados pela professora Vera Máximo.

No âmbito do programa previsto para esta sessão, o pintor Urbano comentará o seu tríptico intitulado "Memórias dos Banhos das Alcaçarias", uma obra de 1996. Finda a apresentação, decorrerá um atelier pedagógico, no qual, com Urbano, os participantes serão desafiados a realizar trabalhos sobre a sua memória pessoal, recorrendo a diferentes técnicas e materiais, tais como areia e tinta, entre outros.

O objectivo desta actividade criativa é ilustrar como a percepção da realidade constitui uma leitura pessoal e subjectiva. Neste sentido, este encontro proporcionará aos participantes uma nova perspectiva sobre a exposição patente no Museu, "Urbano – neste meio de mar".

Concurso de Doces sábado na Ribeira Grande

Tem lugar no próximo sábado,, no Teatro Ribeiragrandense, a sexta edição do Concurso de Doces Festivos, uma iniciativa da Câmara Municipal da Ribeira Grande e que conta com o apoio do Centro Regional de Apoio ao Artesanato. Esta iniciativa tem tido como principais objectivos a divulgação e promoção da Gastronomia Tradicional, bem como incentivar o aparecimento de novas especialidades e iguarias confecionadas em São Miguel.

Este ano, o Concurso de Doces terá como um dos pontos altos, a realização de um workshop, intitulado "Doces com Arte", a ser ministrado por Mónica Silva, da Cake- Designer. Mónica Silva é uma jovem empresária que abriu, em 2010, o seu próprio negócio – Atelier de Confecção e Decoração de Bolos – Ponto de Açúcar.

Tem participado em várias formações, através da Escola de Decoração de Bolos – Istofaz-se, em Lisboa (PME – Arts & Crafts (Scholl of Cake Decorating & Confectionery Arts), nomeadamente, Curso de Decoração de Bolos – "Sugar Flowers module" e "Sugarpaste Module" em 2010 e "Royal Icing & Chiping Module" e "Master Certificate" em 2011. Participou também no 9º evento de Decoração de Bolos –"Alan Dunn", em 2011.

Com este workshop, as pessoas têm a oportunidade de aprender técnicas e pequenos segredos para decorarem os seus próprios bolos em casa. Mónica Silva também irá confeccionar um semifrio crocante de noz com fios de ovos, demonstrando como se pode fazer uma sobremesa fácil, mas com requinte.

A avaliação dos doces a concurso decorre entre as 13h00 e as 15h00, seguindo-se a venda ao público, cuja receita reverte para a Liga Contra o Cancro da Mama.

As inscrições decorrem até dia 26, podendo concorrer todas as pessoas em nome individual ou em grupo, numa ou mais das modalidades, sendo limitada esta participação a um doce por categoria. O concurso abrange doces miúdos, colher e fatia e fritos, em modalidade de Doces Conventuais, regionais e Outros e ainda as compotas.

Onze mil passes sociais vendidos “representaram grandes descontos para as famílias”, assume executivo

Em 2011 foram vendidos, nas ilhas S. Miguel e Terceira, 10 890 passes sociais, distribuídos pelas três modalidades existentes, "Passe 30 Dias", "Passe Desempregado" e "Passe 3.º Idade".

Segundo nota do GACS (Gabinete de Apoio à Comunicação Social) a introdução dos Passes Sociais em S. Miguel e Terceira estão a ter uma boa adesão por parte das pessoas, principalmente na modalidade de "Passe 30 Dias", com vantagens económicas para os utentes, pois os passes sociais representam descontos de 30 a 50 por cento e tem viagens ilimitadas por mês, assim como o novo passe social, o "Passe Desempregado", destinado a desempregados e o Passe para a 3ª Idade (Pensionista e Invalidez) que beneficiam de um adicional de 25 por cento.

De acordo com os dados da Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, os meses de Outubro, Novembro e Junho, registaram a maior procura no conjunto dos três passes sociais, nomeadamente com vendas na ordem dos 1 500 passes sociais em Outubro.

Fazendo a desagregação por tipo de passes sociais, verifica-se que o "Passe 30 Dias" é o que regista maior procura por parte dos utentes, atingindo o valor de 10 301 passes vendidos no ano de 2011.

O circuito com maior procura foi o da Ribeira Grande/Rabo de Peixe/Ponta Delgada, da empresa Caetano Raposo Pereiras, que registou 3 423 títulos vendidos em 2011. Também aqui o mês de Outubro foi o que registou maior procura, 507 passes sociais vendidos, e o de Março, com 410 títulos adquiridos.

Recorde-se que os novos tarifários, no âmbito da implementação do passe social no transporte público de passageiros, representam descontos substanciais em todos os percursos e com viagens ilimitadas, permitindo assim uma poupança considerável nas economias familiares.

O Governo Regional implementou ainda um passe especial destinado a utentes com mais de 65 anos, pensionistas e desempregados, com uma redução de mais de 25 por cento sobre o preço do "Passe 30 dias".

Com a introdução do passe social nos Açores, primeiro nas ilhas de S. Miguel e Terceira e posteriormente extensível a outras ilhas, o Governo Regional pretende, além da redução dos preços, incentivar a utilização dos transportes públicos em detrimento do transporte privado.

De acordo com o relatório "Estatística dos Passes Sociais 2011", nos circuitos existentes, efectuados pelas das empresas regionais Caetano Raposo e Pereiras, Varela & C.ª Lda., Auto Viação Micaelense e Empresa de Viação Terceirense, a empresa Varela & C.ª Lda. figura em segundo lugar no número de títulos vendidos, 3 181, cuja rota mais procurada foi a de Ponta Delgada/Vila Franca do Campo.

A empresa Auto Viação Micaelense vendeu 2 924 passes vendidos no conjunto dos três passes, com especial incidência nos três últimos meses do ano, e o circuito mais procurado foi o de Ponta Delgada/Mosteiros/Capelas/S. Bárbara.

A empresa de Viação Terceirense Lda., vendeu 1 362 passes sociais, de Junho – mês em que foi implementado - a Dezembro de 2011, com destaque para os meses de Novembro e Outubro, que registaram a maior procura por parte dos utentes.

O mesmo relatório confirma que os meses de Outubro e Novembro foram os mais procurados para a compra dos passes sociais em todas as empresas, com valores anuais na ordem de 1 400 passes.

Filarmónica Estrela D’ Alva celebra 125 anos de existência a 2 de Fevereiro

A autarquia de Lagoa vai assinalar os 125 anos da sociedade filarmónica Estrela D’ Alva com a exibição da exposição "Sociedade Filarmónica Estrela D’Alva: 125 de Música e Tradição" que estará patente ao público até 10 de Fevereiro. A sua inauguração está agendada para o próximo sábado, pelas 20h30, no edifício paços do concelho de Lagoa.

De acordo com o presidente da câmara municipal de Lagoa, João Ponte, "são 125 anos a assumir um papel primordial na educação musical de crianças, jovens e adultos, contribuindo para o enriquecimento da própria história do concelho de Lagoa, a que esta filarmónica esteve sempre intrinsecamente ligada. Orgulhamo-nos do seu trabalho realizado na salvaguarda e valorização do património cultural. Uma referência, um orgulho para o concelho de Lagoa que representa mais do que uma geração a tocar sempre grandes melodias. É a homenagear e a reconhecer o trabalho destas gerações que concretizamos a exposição "Sociedade Filarmónica Estrela d’ Alva – 125 anos de Tradição e Música".

A exposição retrata a história desta filarmónica, quer através de alguns dos seus instrumentos, quer através do seu fardamento, partituras e fotografias, reportagens de jornais que, de uma forma singular, contam e retratam alguns dos momentos mais marcantes de uma das mais antigas instituições musicais do concelho.

Fundada a 2 de Fevereiro de 1887, na freguesia de Santa Cruz, por Manuel José Tavares Canário, a sociedade filarmónica Estrela D’Alva, através da sua Escola de Música que se mantém permanentemente a funcionar, tem conseguido um progressivo aperfeiçoamento artístico de cerca de cinquenta elementos, com idades compreendidas entre os dez e os quarenta e sete anos. Uma filarmónica que realça a juventude, mas que preserva as profundas raizes no passado cultural da Lagoa. De realçar ainda que o primeiro presidente desta filarmónica foi o Padre João José Tavares, sendo da sua autoria a letra e música do hino que se canta à padroeira desta freguesia – Nossa Senhora da Estrela.

Detido homem por violência doméstica na Lagoa

Na passada segunda-feira, 23 de Janeiro, em Ponta Delgada, foram detidos dois homens, de 17 e 21 anos de idade, por condução de ciclomotor sem habilitação legal.

No mesmo dia, na Lagoa, foi detido por violência doméstica, um homem, de 47 anos de idade, após infligir maus tratos físicos e psicológicos à sua esposa com 44 anos de idade.

Foi, igualmente, detido um homem, de 43 anos de idade, por condução de ciclomotor (tricarro), sob a influência de álcool, com uma TAS de 1.97 g/l.

Nas Furnas, foi, de igual modo, detido um homem, de 33 anos de idade, por condução de um veiculo automóvel sem habilitação legal. O arguido cumpria 13 meses de pena suspensa aplicada pelo Tribunal de Ribeira Grande pela prática do mesmo ilícito.

 

 

Na Terceira, Angra do Heroísmo, foi efectuada na segunda-feira uma operação de fiscalização rodoviária, tendo sido fiscalizados 35 veículos e detectadas nove infracções de natureza contra-ordenacional, nomeadamente por condução de veículo fazendo uso do telemóvel; por falta de inspecção periódica obrigatória do veículo; por falta de seguro de responsabilidade civil do veículo e por estacionamentos irregulares.

Já na cidade da Praia da Vitória foi detido um homem, de 71 anos de idade, por condução de veículo automóvel, sob a influência de álcool, com uma TAS de 1.56 g/l.

No mesmo dia, nas Velas, São Jorge, foi detido um homem, de 19 anos de idade, por condução de um quadriciclo sem habilitação legal.

Na segunda-feira, ocorreram nove acidentes de viação, dos quais resultaram um ferido ligeiro e danos materiais.