Artigos

Onze mil passes sociais vendidos “representaram grandes descontos para as famílias”, assume executivo

Em 2011 foram vendidos, nas ilhas S. Miguel e Terceira, 10 890 passes sociais, distribuídos pelas três modalidades existentes, "Passe 30 Dias", "Passe Desempregado" e "Passe 3.º Idade".

Segundo nota do GACS (Gabinete de Apoio à Comunicação Social) a introdução dos Passes Sociais em S. Miguel e Terceira estão a ter uma boa adesão por parte das pessoas, principalmente na modalidade de "Passe 30 Dias", com vantagens económicas para os utentes, pois os passes sociais representam descontos de 30 a 50 por cento e tem viagens ilimitadas por mês, assim como o novo passe social, o "Passe Desempregado", destinado a desempregados e o Passe para a 3ª Idade (Pensionista e Invalidez) que beneficiam de um adicional de 25 por cento.

De acordo com os dados da Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, os meses de Outubro, Novembro e Junho, registaram a maior procura no conjunto dos três passes sociais, nomeadamente com vendas na ordem dos 1 500 passes sociais em Outubro.

Fazendo a desagregação por tipo de passes sociais, verifica-se que o "Passe 30 Dias" é o que regista maior procura por parte dos utentes, atingindo o valor de 10 301 passes vendidos no ano de 2011.

O circuito com maior procura foi o da Ribeira Grande/Rabo de Peixe/Ponta Delgada, da empresa Caetano Raposo Pereiras, que registou 3 423 títulos vendidos em 2011. Também aqui o mês de Outubro foi o que registou maior procura, 507 passes sociais vendidos, e o de Março, com 410 títulos adquiridos.

Recorde-se que os novos tarifários, no âmbito da implementação do passe social no transporte público de passageiros, representam descontos substanciais em todos os percursos e com viagens ilimitadas, permitindo assim uma poupança considerável nas economias familiares.

O Governo Regional implementou ainda um passe especial destinado a utentes com mais de 65 anos, pensionistas e desempregados, com uma redução de mais de 25 por cento sobre o preço do "Passe 30 dias".

Com a introdução do passe social nos Açores, primeiro nas ilhas de S. Miguel e Terceira e posteriormente extensível a outras ilhas, o Governo Regional pretende, além da redução dos preços, incentivar a utilização dos transportes públicos em detrimento do transporte privado.

De acordo com o relatório "Estatística dos Passes Sociais 2011", nos circuitos existentes, efectuados pelas das empresas regionais Caetano Raposo e Pereiras, Varela & C.ª Lda., Auto Viação Micaelense e Empresa de Viação Terceirense, a empresa Varela & C.ª Lda. figura em segundo lugar no número de títulos vendidos, 3 181, cuja rota mais procurada foi a de Ponta Delgada/Vila Franca do Campo.

A empresa Auto Viação Micaelense vendeu 2 924 passes vendidos no conjunto dos três passes, com especial incidência nos três últimos meses do ano, e o circuito mais procurado foi o de Ponta Delgada/Mosteiros/Capelas/S. Bárbara.

A empresa de Viação Terceirense Lda., vendeu 1 362 passes sociais, de Junho – mês em que foi implementado - a Dezembro de 2011, com destaque para os meses de Novembro e Outubro, que registaram a maior procura por parte dos utentes.

O mesmo relatório confirma que os meses de Outubro e Novembro foram os mais procurados para a compra dos passes sociais em todas as empresas, com valores anuais na ordem de 1 400 passes.

Detido homem por violência doméstica na Lagoa

Na passada segunda-feira, 23 de Janeiro, em Ponta Delgada, foram detidos dois homens, de 17 e 21 anos de idade, por condução de ciclomotor sem habilitação legal.

No mesmo dia, na Lagoa, foi detido por violência doméstica, um homem, de 47 anos de idade, após infligir maus tratos físicos e psicológicos à sua esposa com 44 anos de idade.

Foi, igualmente, detido um homem, de 43 anos de idade, por condução de ciclomotor (tricarro), sob a influência de álcool, com uma TAS de 1.97 g/l.

Nas Furnas, foi, de igual modo, detido um homem, de 33 anos de idade, por condução de um veiculo automóvel sem habilitação legal. O arguido cumpria 13 meses de pena suspensa aplicada pelo Tribunal de Ribeira Grande pela prática do mesmo ilícito.

 

 

Na Terceira, Angra do Heroísmo, foi efectuada na segunda-feira uma operação de fiscalização rodoviária, tendo sido fiscalizados 35 veículos e detectadas nove infracções de natureza contra-ordenacional, nomeadamente por condução de veículo fazendo uso do telemóvel; por falta de inspecção periódica obrigatória do veículo; por falta de seguro de responsabilidade civil do veículo e por estacionamentos irregulares.

Já na cidade da Praia da Vitória foi detido um homem, de 71 anos de idade, por condução de veículo automóvel, sob a influência de álcool, com uma TAS de 1.56 g/l.

No mesmo dia, nas Velas, São Jorge, foi detido um homem, de 19 anos de idade, por condução de um quadriciclo sem habilitação legal.

Na segunda-feira, ocorreram nove acidentes de viação, dos quais resultaram um ferido ligeiro e danos materiais.

Escola Superior de Enfermagem assinala 53 anos

Amanhã a Escola Superior de Enfermagem de Ponta Delgada comemorará o seu 53º aniversário.

A sessão de abertura será às 10:30h, seguindo-se as conferências: "Tornar-se inesperadamente cuidador informal: alguns dados; reflexões e implicações para a prática de enfermagem", por Hélder Pereira e "Desenvolvimento da competência ética dos estudantes de enfermagem: uma teoria explicativa", por Susana Pacheco. A cerimónia contará, ainda, com actuações do Coro da Universidade dos Açores "Vozes ao Entardecer" e estará aberta a todos os interessados.

Asseguradas as condições de segurança para a saída dos romeiros durante o SATA

romeiros2_grande_180_180O 47º SATA Rallye Açores, que abre o Intercontinental Rallye Challenge 2012, decorrerá de 23 a 25 de Fevereiro, datas que coincidem com as romarias quaresmais – tradição que ganha expressão nessa altura do ano em toda a ilha.

Esse facto originou, naturalmente, preocupação nestes homens de fé, mas o Presidente do Grupo Coordenador do Movimento Romeiros de São Miguel, Carlos Sousa Melo, garantiu que este grupo já analisou, juntamente com um membro da organização, essa situação, tendo chegado
à conclusão de que a grande dificuldade no dia 25 de Fevereiro será somente num troço e relativamente a três ranchos.

Ficou, no entanto, decidido fazer a comunicação à PSP para que haja controlo a partir do miradouro de Santa Iria porque esses três ranchos terão de atravessar, nessa zona, as estradas das SCUTS.

Contudo, "os ranchos passarão nesse troço a horas em que não está prevista a passagem dos carros da competição nas idas para a Tronqueira e Graminhais", assegura Carlos Sousa Melo.

No entanto, o Presidente alerta para os espectadores que nesses dias fazem rallye pelas estradas de São Miguel.

Para este ano ainda não há números sobre a quantidade de ranchos que sairão à estrada, mas "em principio deverá ser os de costume (52/53)", adianta Carlos Sousa Melo.

Governo apoia SATA em 850 mil euros

A realização do SATA Rallye Açores "é um contributo muito importante para aumentar a notoriedade da Região no exterior pelo que o apoio concedido pelo Governo Regional à sua organização não deve ser visto como um mero apoio, mas sim como um investimento" defendeu, esta segunda-feira, em Ponta Delgada, Vasco Cordeiro, Secretário Regional da Economia, considerando que "o sucesso do SATA Rallye não é apenas o sucesso do Grupo SATA, do Grupo Desportivo Comercial ou de uma prova desportiva, mas sim o sucesso dos Açores."

Vasco Cordeiro, que falava no final da apresentação pública da edição deste ano do SATA Rallye Açores, na qual foi assinado um protocolo entre o Executivo e o Grupo Desportivo Comercial, salientou que a prova insere-se na estratégia de promoção turística que tem vindo a ser desenvolvida "com a associação do destino Açores a alguns eventos de grande projecção internacional, caso do SATA Rallye, mas também do Red Bull Cliff Diving, que se realiza em Julho em Vila Franca do Campo e cuja preparação está já a decorrer."

"O montante este ano atribuído, de 850 mil euros, representa uma redução em relação ao apoio atribuído à edição de 2011, sendo que apesar da conjuntura, não estamos a falar de um mero apoio, mas sim de um investimento que vem ao encontro de um dos grandes desafios do turismo dos Açores e que é o aumento da nossa notoriedade", frizou. Entre os benefícios para o turismo nos Açores, resultantes do SATA Rallye Açores, Vasco Cordeiro destacou "o aumento muito substancial de spots de promoção turística que serão emitidos pelo canal desportivo Eurosport", a que se junta uma componente de animação interna, também apoiada pelo Executivo, como é o caso da especial a decorrer no interior da cidade de Ponta Delgada e que será igualmente transmitida pelo canal Eurosport.

Para Vasco Cordeiro, "esta é a confirmação de que os Açores vêm dando provas de capacidade de organização deste género de eventos, de cuidado na sua realização e no acompanhamento que lhe é dado, sendo estes factores aos quais queremos associar o nome dos Açores e que nos interessa valorizar."

Super Especial Citadina: novidade do 47º SATA

Rallye Açores

Com cobertura da Eurosport, o rallye que projecta a ilha de São Miguel e os Açores no mundo, conta este ano com uma City Stage, a 22 de Fevereiro.

A City Stage ou a Super Especial Citadina é uma das grandes novidades do 47º SATA Rallye Açores e decorre na Avenida Infante D. Henrique, logo após a apresentação, nas Portas da Cidade, dos pilotos, iniciativa que, há 9 anos, é promovida pela Câmara de Ponta Delgada, através da ANIMA.

Embora não conte para a competição, a Super Especial vai ser transmitida internacionalmente num evento que pretende encher a Avenida Marginal de pessoas e de espectáculo e levar o nome dos Açores a todos os cantos do mundo.

Foca cinzenta foi encontrada por populares no porto da Ribeirinha, no Faial

Uma foca cinzenta foi encontrada ontem por populares no porto da Ribeirinha, no Faial, encontrando-se agora à guarda dos serviços da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, revelou fonte oficial.

O animal, segundo Frederico Cardigos, director regional dos Assuntos do Mar, "parece estar em boas condições", embora esteja "um pouco debilitado", provavelmente por falta de alimento.

Frederico Cardigos disse à Lusa que esta foca cinzenta poderá ter vindo da costa francesa, mais precisamente de Brest, onde existe uma comunidade de animais da mesma espécie, ou então da costa leste do Canadá, onde a presença de focas é mais comum.

"Este é o segundo exemplar desta espécie que foi arrojado neste inverno", afirmou, recordando que, no final de dezembro, outra foca cinzenta deu à costa na ilha Graciosa, mas acabou por falecer devido aos ferimentos que apresentava.

A foca ontem encontrada no Faial já foi observada pelos cientistas do Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores, devendo ser encaminhada de avião para o Centro de Reabilitação de Animais Marinhos, em Quiaios, na Figueira da Foz.

A viagem, que deverá realizar-se hoje entre a Horta e o Porto, será financiada pela transportadora aérea regional SATA, que se ofereceu para fazer o transporte do animal.