Presidente da SATA garante mais 7% de lugares nos voos entre Lisboa e Horta

aeroporto da horta

O Presidente da SATA, António Teixeira, garantiu que no período entre Março e Outubro deste ano haverá um aumento de 7% nos lugares disponibilizados nas ligações aéreas entre Lisboa e a Horta.

Ouvido em sede de comissão no Parlamento dos Açores, António Teixeira assegurou que no Verão IATA 2019 (entre o último Domingo de Março e o último Sábado de Outubro) serão disponibilizados 81.650 lugares na rota Lisboa-Horta-Lisboa, “mais 5.573 lugares do que os oferecidos em 2018, um crescimento de 7%”, sendo que o aumento da procura deverá ficar pelos 4%, continuou o gestor.

O Presidente da companhia aérea açoriana foi ouvido, a pedido do PSD, e em conjunto com o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias, sobre a operação da SATA/Azores Airlines para a ilha do Faial.

O deputado social democrata Carlos Ferreira denunciou o que diz ter sido um “Verão caótico” em 2018 na ilha do grupo central, com “falta de lugares, atrasos constantes, bagagem deixada atrás, falta de apoio a passageiros de voos cancelados e, pela negativa ainda, uma inovação, cancelamentos por falta de tripulação”.

“Não estamos a inventar nada, estamos a descrever o que sentimos na pele e as pessoas nos disseram que sentiram na pele. Se o Faial está a crescer, podia crescer muito mais se houvesse uma resposta adequada nas ligações aéreas”, prosseguiu o parlamentar do PSD/Açores.

Já o Secretário para os Assuntos Parlamentares recusou o “cenário dantesco” pintado pelo PSD “em nome de questões político-partidárias”, sublinhando que desde 2015 o número de lugares disponibilizados na rota da Horta foi sempre subindo, tal como o número de passageiros desembarcados na cidade faialense.

“Temos consciência das nossas responsabilidades e do trabalho que tem vindo a ser feito pela SATA num contexto de transformação total e absoluta no contexto das ligações aéreas na nossa região e para fora da nossa região”, prosseguiu, aludindo à liberalização do espaço aéreo e à saída da TAP da ligação entre Lisboa e a Horta.

 

PPM quer mais voos do Corvo para exterior

 

O deputado do PPM no Parlamento açoriano pediu mais ligações aéreas da SATA da ilha do Corvo para o exterior, com o accionista, o Governo Regional, a defender que, mesmo com “redefinições”, a oferta ajusta-se à procura.

A Comissão de Economia do hemiciclo dos Açores debateu um projecto de resolução do PPM onde é lembrado que a ilha do Corvo “apenas possui, durante grande parte do ano, ligações aéreas com exterior três vezes por semana - às Segundas, Quartas e Sextas-feiras -, com excepção do Verão IATA durante o qual se realizam ligações aéreas durante cinco dos sete dias da semana”.

Para o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias, os “indicadores” actuais do Corvo comprovam que “a procura é ajustada à oferta”, mas “haverá no próximo Verão IATA para a ilha do Corvo um aumento de 36 rotações”, nomeadamente com uma nova ligação entre Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, e a ilha mais pequena dos Açores.

O deputado único do PPM, Paulo Estêvão, lembrou ainda um pedido “antigo” dos corvinos, que passa por uma ligação ao fim-de-semana entre a ilha do Corvo e o exterior.

 

Mais Lidas nos últimos 3 dias

Jovem detido na praia do Pópulo
terça, 22 janeiro 2019, 00:00
GNR apreende pescado nos Açores
quarta, 23 janeiro 2019, 00:00