Plataforma informática vai “agilizar” procedimentos da Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados

Tiago LopesO Director Regional da Saúde afirmou ontem, em Angra do Heroísmo, que a criação de uma plataforma informática única para a Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados (RRCCI) permite respostas mais rápidas na admissão e na gestão de altas dos utentes.

“A plataforma ficará acessível para todas as equipas no âmbito da Rede de Cuidados Continuados Integrados, sejam elas as equipas de gestão de altas, as equipas de coordenação local e a equipa de coordenação regional que compõem a rede”, adiantou Tiago Lopes.

O Director Regional, que falava à margem da apresentação desta plataforma às equipas de coordenação local e de gestão de altas da ilha Terceira, adiantou que esta aplicação resulta de um trabalho em parceria entre as secretarias regionais da Saúde e da Solidariedade Social, desenvolvido durante o ano de 2018.

Segundo o Executivo, a plataforma informática da RRCCI, “além da agilização dos processos, vai permitir acompanhar o percurso do utente, melhorar a comunicação, uniformizar procedimentos, gerir as vagas e produzir dados estatísticos. É uma ferramenta segura no que se refere à protecção de dados, sendo que nos processos não constam dados nominais, apenas um código por utente”.

O Director Regional da Saúde referiu que a sua implementação passará por um período de teste para que as equipas possam dar contributos de forma a melhorá-la. Paralelamente, Tiago Lopes salientou que serão elaborados regulamentos para uniformizar procedimentos entre as diferentes equipas na Rede.

No que se refere às vagas existentes, tendo como ponto de partida o conhecimento actual relativamente à procura e à oferta e à estimativa de possíveis necessidades futuras, o Director Regional salientou que “toda a avaliação em termos de necessidades de vagas e de recursos humanos no âmbito da rede é um processo que estamos a agilizar com as diferentes equipas e que está a ser devidamente avaliado”.

Nesse sentido, Tiago Lopes adiantou que todas as medidas implementadas e a implementar têm como objectivo melhorar cada vez mais a resposta às necessidades dos açorianos. 

Mais Lidas nos últimos 3 dias

Alojamento Local cresceu 37% em 2018
sexta, 15 fevereiro 2019, 00:00
“O vinho é um meio de aproximar as pessoas”
sexta, 15 fevereiro 2019, 00:00
Pescadores pedem a activação do Fundopesca
sexta, 15 fevereiro 2019, 00:00