Direcção da ATA demite-se e abre portas a eleições antecipadas

BTL - stand açoresNova direcção vai garantir promoção dos Açores no exterior

Luis Rego, Vice-Presidente, e João Gonçalves, vogal, demitiram-se ontem da Direcção da ATA, abrindo assim portas para eleições antecipadas.

O Presidente do organismo, Francisco Coelho, constituído arguido com mais quatro pessoas, mantém-se de baixa médica.

A Direcção demissionária da ATA (que já não inclui o Governo Regional e a SATA, que se afastaram do organismo) pretendia adiar a assembleia geral de ontem, com o argumento de que está a decorrer uma investigação do Ministério Público à associação, mas os restantes associados justificam a reunião com a “urgência em definir o calendário da promoção turística” e, por isso, propôs a alteração dos estatutos e eleições antecipadas.

Este assunto foi discutido ontem na assembleia geral da ATA, que aprovou por maioria a proposta de alteração dos estatutos e a marcação de novas eleições, provavelmente em finais de Março ou princípios de Abril.

A Direcção demissionária retirou a sua proposta, ficando apenas a de outros associados, nomeadamente da Câmara do Comércio e Indústria dos Açores.

Com os novos corpos gerentes e com a alteração dos estatutos, a ATA terá outro modelo de governação, desconhecendo-se, por agora, se haverá mais do que uma lista a candidatar-se à gestão do organismo.

Para já vão ser homologados oficialmente os novos estatutos para depois se proceder à marcação de eleições.

A nova Direcção terá que gerir a promoção para este ano e negociar com o Governo Regional o respectivo  contrato programa, para além do pagamento da dívida do governo à ATA.

 

SATA confirma buscas da PJ

 

Sobre as investigações de anteontem na ATA e na SATA, o Conselho de Administração da transportadora regional emitiu o seguinte comunicado: “A SATA confirma que recebeu, esta manhã, uma equipa de inspectores da Polícia Judiciária nas suas instalações, tendo mostrado a total disponibilidade para facultar toda a informação que lhe foi solicitada neste âmbito.

Informa-se, ainda, que a SATA não tem conhecimento de ser alvo de qualquer investigação no âmbito deste processo e reafirma que está, naturalmente, absolutamente disponível para colaborar com as entidades competentes”.

Mais Lidas nos últimos 3 dias

Greve na SATA a partir de Junho?
terça, 21 maio 2019, 00:00
Produção de electricidade sobe a pique
quarta, 22 maio 2019, 00:00