Homem com pulseira electrónica foge de casa mas acaba detido pela PSP

PSP3

Um homem de 39 anos de idade foi detido pela PSP da Maia, concelho da Ribeira Grande, após ter fugido da sua casa, estando sujeito à pena de prisão domiciliária com pulseira electrónica. 

O homem encontrava-se também indiciado pela prática do crime de violência doméstica e condução de veículo sob a influência de álcool, de acordo com a informação avançada pela PSP, no comunicado de actividade policial relativo ao passado fim-de-semana.

O mesmo relatório dá conta da detenção, através da PSP da Esquadra de Investigação Criminal de Ponta Delgada, de um homem de 26 anos por violência doméstica. A detenção ocorreu no decurso de uma investigação, fora de flagrante delito, sendo o detido filho da vítima.

 

Homem detido com heroína

detido ans Capelas

 

Entretanto, a PSP das Capelas levou a cabo uma operação de fiscalização em quatro estabelecimento de restauração e bebidas, da qual resultou a detenção de um homem, de 35 anos, por tráfico de estupefacientes, ao qual foram apreendidas 18 doses de heroína, 150 euros e outros objectos que “indiciam a prática ilícita”. 

Na mesma operação, foram ainda detectadas cinco infracções de natureza contraordenacional, por falta de livro de reclamações, falta de dístico de proibição de venda de tabaco, falta de tabela de preços, falta e mapa de horários e extintor fora do prazo de validade. Foram também identificados 35 indivíduos, apreendidas seis doses de haxixe e elaborados três autos de notícia por contraordenação, no âmbito do consumo de estupefacientes.

Quanto à sinistralidade rodoviária, entre 31 de Maio e 2 de Junho, a PSP registou a ocorrência de 24 acidentes de viação no arquipélago, dos quais resultaram nove feridos ligeiros e danos materiais.

 

Operação “Final do Ano Lectivo 2018/2019”

 

À semelhança do que acontecerá em todo o território nacional, também nos Açores a PSP irá levar a cabo a operação “Final do Ano Lectivo 2018/2019”, entre amanhã e o dia 21 de Junho.

“Esta operação visa incrementar o sentimento de segurança junto da comunidade escolar, conjugando uma vertente preventiva, pedagógica, através da realização de ações de sensibilização, a uma vertente fiscalizadora e dissuasora de prática de ilícitos criminais, com especial enfoque para a fiscalização do regime de disponibilização, venda e vonsumo de bebidas alcoólicas, especificamente a menores”,frisa a PSP, em comunicado.

Os vários Comandos Metropolitanos, Regionais e Distritais da PSP irão reforçar “a sua missão de segurança, prevenção da criminalidade e delinquência no interior e imediações dos estabelecimentos de ensino, bem como nos percursos casa-escola-casa”.

A operação será desenvolvida pelas equipas da PSP do Programa Escola Segura e, simultaneamente, pelas restantes valências da Polícia de Segurança Polícia, carros patrulha, equipas de intervenção rápida, brigadas de investigação criminal e trânsito.