Conferência internacional sobre os sem abrigo em Ponta Delgada

sem abrigoA Câmara Municipal de Ponta Delgada vai organizar, a 17 de Outubro, no Auditório Municipal Natália Correia, na Fajã de Baixo, uma conferência internacional sobre os sem abrigo.

Subordinada ao tema geral “Inovação Social na Intervenção com População Sem Abrigo”, a iniciativa ocorre na data em que se assinala o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.

A sessão de abertura, liderada pelo autarca do município de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, está agendada para as 09h30 e conta com a presença do embaixador Pedro Catarino, Representante da República para os Açores, e de um representante da Secretaria Regional da Solidariedade Social.

“A Problemática e a Realidade nos Açores dos Sem Abrigo - Modelos de Intervenção” é o tema do primeiro painel, que tem início às 11h15, com moderação da editora e jornalista Paula Gouveia.

Em debate estará “A pobreza nos Açores: Contexto, desafios e o caso dos sem abrigo”, por Fernando Diogo, director do mestrado em Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade dos Açores, e “A arte participativa: Uma ferramenta no combate à pobreza e exclusão social”, por Eduardo Marques, director do curso de Serviço Social da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, também da mesma academia.

O segundo painel, intitulado “Estratégias para a População Sem Abrigo: Uma Perspectiva Internacional”, começa às 14h30 e tem como moderador Osvaldo Cabral, director do jornal Diário dos Açores. Em cima da mesa estarão temas como “Projectos de Housing First no Canadá e Estados Unidos: Implementação, avaliação e disseminação”, por Geoffrey Nelson, da Wilfrid Laurier University, no Canadá, e “Housing First no contexto Europeu: Apresentação dos resultados do projeto Home_EU/Horizonte 2020”, por José Ornelas, do ISPA- Instituto Universitário de Portugal. Os painéis encerram com debate.

A sessão de encerramento está marcada para as 16h00 e será presidida pela vereadora da Acção Social, Maria José Lemos Duarte, contando ainda com a presença de Hélder Fernandes, membro da Direcção Novo Dia – Associação para a Inclusão Social.

O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza foi comemorado oficialmente pela primeira vez em 1992, com o objectivo de alertar a população para a necessidade de defender um direito básico do ser humano. 

Todavia, já a 17 de Outubro de 1987 o fundador do Movimento Internacional ATD Quarto Mundo, Joseph Wresinski, convidou os cidadãos a manifestarem-se em defesa das vítimas da fome e da pobreza em Paris, cidade onde já tinha sido assinada a Declaração Universal dos Direitos Humanos. A este apelo responderam cem mil pessoas. Foi no ano 2000 que 193 países membros das Nações Unidas e várias organizações internacionais definiram a erradicação da pobreza e da fome como um dos oito objectivos de desenvolvimento do milénio.