Homem detido por ofensas à integridade física contra equipa de centro de testes à covid

PSP3

Um homem de 31 anos foi, na última quarta-feira, detido na ilha de São Miguel por agredir a equipa do centro de testes à covid-19 no Centro de Saúde de Ponta Delgada.

A informação foi ontem avançada pela Polícia de Segurança Pública (PSP), no comunicado diário de actividade policial.

“Foi detido um indivíduo, do género masculino, de 31 anos, pelo crime de desobediência, porquanto recusou-se a identificar-se, sendo suspeito da prática do crime de ofensas à integridade física contra a equipa do Centro de Testes Covid-19 que se encontravam a laborar, no parque de estacionamento do Centro de Saúde de Ponta Delgada”, lê-se no comunicado policial.

 

Plantação de canábis 

desmantelada na Terceira

 

Entretanto, no mesmo dia na ilha Terceira, a Divisão Policial de Angra do Heroísmo, através dos elementos da Esquadra de Investigação Criminal, da Esquadra da Praia da Vitória e da Força Destacada do Grupo Operacional Cinotécnico da Unidade Especial de Polícia e no decurso de diligências de investigação, deteve três indivíduos, do género masculino, com idades compreendidas entre os 20 e os 50 anos, pela prático do crime de tráfico e produção de estupefacientes e detenção de armas proibidas.

As detenções decorreram no âmbito de uma investigação que decorria “há vários meses”, tendo sido desencadeada uma operação policial na área do concelho da Praia da Vitória, que permitiu a concretização de diversas diligências processuais, designadamente o cumprimento de buscas domiciliárias e não domiciliárias.

Segundo avança a PSP, a operação possibilitou “desmantelar uma plantação de canábis que se encontrava no interior de um compartimento de uma residência especialmente preparado para o seu cultivo e produção, tendo sido apreendidos 63 (sessenta e três) pés da espécie Cannabis Sativa L em fase de desenvolvimento inicial”.

A operação permitiu ainda apreender diversos objectos utilizados para a produção de anfetaminas, bem como diversas munições de armas de fogo e um very-light. Ao detido presente à Autoridade Judiciaria competente, no Tribunal Judicial da Praia da Vitória, foi-lhe aplicada a medida de coacção de Termo de Identidade e Residência.