PS/Açores compromete-se a manter luta pelas quotas leiteiras garante Berto Messias...

berto-messiasO líder do Grupo Parlamentar do PS/Açores reafirmou, esta segunda-feira, a defesa das quotas leiteiras e comprometeu-se a desenvolver todos os esforços políticos para que se mantenha este regime que protege a produção de leite açoriana.
Após uma reunião com a Associação Agrícola da Ilha Terceira, Berto Messias defendeu que o fim das quotas de produção de leite não deve ser, ainda, encarado como uma inevitabilidade, apesar do anúncio do desmantelamento deste regime em 2015.
“Acreditamos que é possível o seu adiamento”, afirmou Berto Messias aos jornalistas, ao adiantar que, no pior cenário, os produtores de leite dos Açores devem ter acesso a medidas transitórias e de compensação que tenham em conta as especificidades e o peso da produção de leite no arquipélago.
“Sabemos que, nesta área, estamos sujeitos a grandes indefinições devido à iminência do fim do regime de quotas, mas reitero que o sistema de quotas é o que melhor defende uma Região com limitação natural da sua área. Na possível extinção, cada vez mais provável, do regime de quotas, defendemos o adiamento do desmantelamento por um período de 5 a 10 anos, a criação de medidas de regulação do mercado que visem equilibrar a oferta e a procura, o reforço de incentivos à diversificação dos produtos lácteos para a conquista de novos mercados, apoiados em estratégias de marketing e valorização dos produtos, e o reforço do envelope financeiro do Posei/Açores, designadamente nas medidas especificas de apoio às explorações de leite, nomeadamente o prémio aos produtos lácteos e vacas leiteiras”, afirmou Berto Messias, na reunião com os dirigentes associativos agrícolas da Terceira.
Messias disse ainda que, “apesar de defendermos sempre o regime de quotas, temos, porém, a obrigação e a responsabilidade de ter a lucidez de perspectivar o dia seguinte, na possibilidade da União Europeia terminar com este regime”.
Anunciou também que, a curto prazo, vai decorrer uma reunião de trabalho com os deputados europeus Capoulas Santos e Luís Paulo Alves, tendo em conta as responsabilidades que estes têm na reforma da Politica Agricola Comum e nas perspectivas futuras deste sector na Europa.
Berto Messias recordou, também, que o Grupo Parlamentar do PS/Açores já criou um Grupo de Trabalho que ouviu todos os intervenientes no sector agrícola regional e que culminou com a apresentação, no Parlamento, de um relatório sobre matéria de interesse regional.
Este documento foi, ainda, entregue ao Ministério da Agricultura e a vários deputados no Parlamento Europeu.