Mais de 1 milhão e meio de passageiros desembarcaram em 2017 nos Açores

Aeroporto PDLEm 2017, mais de milhão e meio de passageiros desembarcaram nos aeroportos dos Açores, um aumento de 18,5% face a 2016. 

No último mês do ano de 2017 desembarcaram 93.890 passageiros, um acréscimo homólogo de 10,5%.

Os números finais de 2017 foram revelados ontem pelo SREA.

Com efeito, no mês de Dezembro de 2017 desembarcaram nos aeroportos dos Açores 93.890 passageiros, um aumento de 10,5% face ao mesmo mês de 2016. Os passageiros desembarcados com origem no estrangeiro foram 8.334, originando um crescimento homólogo de 27,3%, e os com origem noutras regiões do território nacional atingiram 48.805, apresentando uma variação homóloga positiva de 9,4%.

 

Aumento de 18,5%

 

No total de 2017 o número de passageiros desembarcados foi superior a 1,5 milhão (+18,5%) e, pela primeira vez, os desembarcados em voos territoriais ultrapassaram os dos voos inter-ilhas.

No quarto trimestre de 2017 verificou-se um acréscimo homólogo de 13,1% no desembarque de passageiros e no segundo semestre, uma variação homóloga positiva de 18,0%. 

S. Miguel com mais passageiros

 

A ilha com maior número de passageiros desembarcados no mês de Dezembro foi a de São Miguel com 55.020, seguida da Terceira com 22.446 e Faial com 5.331. 

No entanto, a ilha que apresentou maior crescimento homólogo foi a Graciosa com 15,8%, seguindo-se Flores com 14,0%, Faial com 12,0%, São Jorge com 11,8%, São Miguel com 11,0% e Terceira com 9,9%. Em sentido inverso, a ilha do Corvo registou um decréscimo homólogo de 2,1%.

Em termos trimestrais, a ilha que apresentou maior variação homóloga positiva no quarto trimestre foi a Terceira com 15,6%, seguida das Flores (14,7%) e de São Miguel (14,4%).

Quanto à variação homóloga do segundo semestre de 2017, a ilha onde se registou maior variação positiva foi a de São Miguel com 22,6%, seguida do Corvo (21,0%) e da Terceira com 17,7%.

 

51 milhões de passageiros em todos os aeroportos portugueses

 

Os aeroportos portugueses geridos pela ANA somaram 51,8 milhões de passageiros, com um aumento em 16,5% ou 7,3 milhões em relação a 2016, para o qual o maior contributo foi do Aeroporto de Lisboa, que teve um aumento em 18,8% ou 4,2 milhões, para 26,66 milhões.

A informação a que o PressTUR teve acesso refere-se aos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Madeira, Porto Santo, Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores, mas não o Aeroporto da Terceira.

De acordo com essa informação, Lisboa concentrou, assim, 51,5% do total de passageiros que viajaram em voos de/para Portugal em 2017 e o seu aumento em relação a 2016 equivaleu a 57,5% do aumento total dos aeroportos portugueses.

A segunda maior contribuição veio do segundo maior aeroporto, o Francisco Sá Carneiro, do Porto, que teve um aumento em 15% ou 1,4 milhões, para 10,787 milhões, alcançando uma quota de 15% do total de passageiros dos aeroportos portugueses em 2017 e tendo contribuído com 19,2% para o crescimento no ano.

Seguiu-se o Aeroporto de Faro, com +14,4% ou mais quase 1,1 milhões de passageiros, somando um 8,727 milhões, o que lhe dá uma quota de 16,8% do total do ano, com um contribuição de 15% para o crescimento.

Os aeroportos do continente somaram, assim 46,177 milhões de passageiros em 2017, com um aumento médio em 17% ou 6,7 milhões, e concentram 89,1% do total de passageiros dos aeroportos portugueses em 2017, tendo contribuído com 91,7% do crescimento no ano.

Os aeroportos da Madeira foram os que tiveram o crescimento mais fraco em 2017, ainda assim em 8% ou cerca de 251 mil passageiros, para 3,377 milhões.

Esse total compreende 3,2 milhões no Aeroporto da Madeira (+7,8% ou mais cerca de 230 mil que em 2016), que concentrou assim 6,2% do total de 2007, e 175,3 mil no Aeroporto de Porto Santo (+12,3% ou mais cerca de 19 mil), cuja quota foi de 0,3%.

Os aeroportos dos Açores, por sua vez, tiveram um aumento em 18,7% ou cerca de 355 mil, para 2,245 milhões, que equivale a 4,3% do total nacional, tendo contribuído com 4,8% do aumento total.

O Aeroporto João Paulo II, de Ponta Delgada, liderou, com 1,849 milhões de passageiros, seguido pela Horta, com 238,5 mil, Santa Maria, com 93,1 mil, e Flores, com quase 64 mil.

Relativamente a 2016, Ponta Delgada teve um aumento em 22,1% ou 334,8 mil, a Horta teve +7,7% ou mais 17 mil, Santa Maria teve -0,1% ou menos seis mil e o aeroporto das Flores teve ’15,8% ou mais 8,7 mil.