Geoparque Açores mantém-se como Geoparque Mundial da UNESCO até 2021

Lagoa do canárioO Geoparque Açores vai manter-se como Geoparque Mundial da UNESCO nos próximos quatro anos. A informação foi avançada pela associação Geoaçores, responsável pela gestão do Geoparque Açores. 

Segundo a associação, no âmbito do processo de reavaliação, a Comissão Nacional da UNESCO de Portugal comunicou a atribuição de um “cartão verde” ao Geoparque Açores, que se traduz na manutenção da chancela “Geoparque Açores - Geoparque Mundial da UNESCO” até 2021.

Para a Geoaçores, a decisão da UNESCO “vem reconhecer o trabalho desenvolvido pelo Geoparque Açores e por todos os seus colaboradores e parceiros nos últimos quatro anos, contribuindo assim para a geoconservação, valorização e promoção da geodiversidade dos Açores, nomeadamente pelo desenvolvimento de um geoturismo sustentável e respeitador dos valores geoambientais da Região Autónoma dos Açores”, lê-se em comunicado.

A decisão decorreu da 2ª Sessão do Conselho de Geoparques Mundiais da UNESCO, que se realizou em Setembro de 2017 na China, onde foram analisadas 15 propostas de candidatura a novos geoparques mundiais ou extensões de geoparques mundiais existentes, assim como a reavaliação de 35 geoparques inscritos na Rede Mundial de Geoparques.

O Geoparque Açores integra a Rede Europeia e Global de Geoparques desde Março de 2013 e este o seu primeiro processo de reavaliação. 

Além do Geoparque Açores, outro geoparque português, o Geoparque Arouca, viu renovada a sua chancela como Geoparque Mundial da UNESCO.

Mais Lidas nos últimos 3 dias