Sistema Educativo Regional para 2019/2020 contempla 143 vagas para quadros docentes

sala de aulaFoi ontem publicada em Jornal Oficial a portaria que procede ao ajustamento dos quadros dos docentes da educação pré-escolar e dos ensinos básico, secundário e artístico para o ano escolar 2019/2020, que contempla o preenchimento de 143 vagas pelo concurso interno e externo de provimento de pessoal docente.

O prazo de apresentação de candidaturas decorre entre 27 de Fevereiro e 12 de Março, sendo que o aviso de abertura do concurso, que integra as vagas a abrir por unidade orgânica e grupo de recrutamento, será publicado hoje, 26 de Fevereiro, na Bolsa de Emprego Público-Açores.

Este concurso vai permitir o preenchimento de 143 lugares correspondentes a necessidades permanentes do sistema educativo público regional, em consonância com as prioridades estabelecidas no programa ProSucesso, nomeadamente ao nível da Educação Pré-Escolar e do 1.º Ciclo do Ensino Básico, incluindo o Apoio Educativo, e da Educação Especial em todos os níveis de ensino, traduzindo-se em mais de 20% das vagas abertas.

Igualmente, o ensino de Português e de línguas estrangeiras, cada vez mais importantes para os alunos que prossigam no ensino superior e para efeitos de acesso ao mercado de trabalho contemporâneo, conta com mais de 17% das vagas, mantendo-se o investimento em professores de Matemática, face às dificuldades que os alunos ainda demonstram nesta área.

Por outro lado, tendo em vista a promoção da saúde dos alunos e a adopção de comportamentos de uma vida activa, 10,5% das vagas destinam-se a professores de Educação Física e 9% das vagas destinam-se ao ensino de Música, uma vez que se constata cada vez maior opção dos alunos por esta modalidade de ensino.

Das 143 vagas abertas por este concurso, 39, ou seja, mais de 25%, referem-se a lugares que têm sido ocupados por docentes contratados a termo resolutivo há mais de três anos escolares consecutivos, concretizando-se, assim, em mais um ano, a conformação da actuação da administração educativa regional com o estabelecido na Directiva 1999/70/CE, que determina o dever de adopção de medidas que estabeleçam limites à constituição de relações laborais a termo.

Prevêem-se, no entanto, algumas situações de não recuperação de vagas, nos casos em que os lugares providos excedem as reais necessidades das escolas.

A candidatura ao concurso é efectuada através de formulário electrónico, disponível no endereço http://concursopessoaldocente.azores.gov.pt, também acessível através do Portal da Educação, em https://edu.azores.gov.pt.

Para o efeito, os candidatos utilizam os elementos de acesso aos concursos anteriores realizados pela Direcção Regional da Educação, designadamente o endereço de correio electrónico e a palavra-chave.

Os novos candidatos que ainda não possuam esses elementos devem registar-se como novos utilizadores.

O formulário de candidatura é preenchido e submetido online.

A declaração de validação da candidatura e os respectivos documentos comprovativos devem ser também submetidos por via do acesso ao formulário electrónico, dispondo os candidatos para esse efeito de mais dois dias úteis para além do prazo de apresentação de candidaturas.

Os concursos interno e externo de provimento decorrem em simultâneo, em todas as suas fases, estando prevista a colocação dos docentes na última semana do mês de Maio.

Podem candidatar-se ao concurso interno de provimento os docentes dos quadros de escola da Região, assim como, em condições de reciprocidade com os respectivos regimes jurídicos de concurso, os docentes dos quadros do sistema público de educação e ensino de todo o território nacional, qualquer que seja a sua designação, que pretendam concorrer para transitar de quadro no âmbito do mesmo grupo de recrutamento ou pretendam mudar de grupo de recrutamento para o qual possuam habilitação profissional.

Ao concurso externo de provimento podem candidatar-se os indivíduos não pertencentes aos quadros de escola ou agrupamentos de escolas, detentores de habilitação profissional adequada para o exercício da docência no grupo ou grupos de recrutamento a que são opositores, nos termos da legislação em vigor.

Os docentes que sejam colocados no âmbito destes concursos consideram-se vinculados, com contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, com efeitos a 1 de Setembro de 2019, em lugar do quadro da unidade orgânica do sistema educativo regional onde obtiverem colocação.

Azores Airlines foi a pior em pontualidade em Janeiro

Azores Airlines 2

O pior índice do mês de Janeiro entre as companhias portuguesas, em pontualidade, foi da SATA International (Azores Airlines), com 64,3%, o que a colocou em 132ª entre 153 companhias aéreas.

A consultora OAG atribuiu à TAP um índice de pontualidade à chegada este Janeiro de 75,6%, 0,5 pontos melhor que no primeiro mês de 2018 e também melhor que no primeiro mês de 2017, mas inferior ao índice que a TAP se atribuiu, de 78%.

A informação da OAG, cujos dados são referência para as maiores companhias de aviação, a TAP (10.561 voos) teve apenas o 85º melhor índice em 153 companhias, entre as quais sobressaem no Top10, pelo elevado número de voos, a Garuda Indonesia (15.226 voos), com 92% a chegarem até 15 minutos da hora programada, a Copa Airlines (11.123 voos), com 91,5%, e a Iberia (16.745 voos), com 90%.

 

Air Açores em melhor posição

 

Entre as companhias portuguesas incluídas no ranking, a TAP foi a segunda, depois da SATA Air Açores (956 voos), com 75,7% a chegarem até 15 minutos da partida.

A OAG cotou o LATAM Airlines Group, constituído pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, como o melhor em pontualidade no Top10 em número de voos, com 83,2% em 41.971 voos.

Seguiu-se a Delta Airlines, com 82,9% em 151.043 voos, e depois a China Southern Airlines, com 81% em 68.248 voos, a Southwest Airlines, com 80,9% em 114.574 voos, a Ryanair, com 80,8% em 58.039 voos, a American Airlines, com 78,2% em 189.996 voos, a China Eastern Airlines, com 73,9% em 67.814 voos, a United Airlines, com 73,6% em 141.244 voos, a Air China, com 73,3% em 42.015 voos, e a Air Canada, com 56,3% em 48.289 voos.

O ranking da OAG indica ainda que entre as grandes companhias, os melhores índices de pontualidade, depois da Garuda, da Copa e da Iberia foram os da Qantas (21.107 voos), com 89,5%, Alitalia (15.884 voos), com 87,4%, Air Europa (8.050 voos), com 87%, Hawaiian Airlines (8.051 voos), com 87%, Japan Airlines (25.760 voos), com 86,9%, e All Nippon Airways (37.905 voos), com 86,7%.

A OAG assinala na sua informação que apenas inclui nos seus rankings companhias e aeroportos relativamente aos quais a sua cobertura abrange pelo menos 80% dos voos programados.

A informação divulgada no início deste mês pela TAP foi a primeira em que a companhia divulgou um índice de pontualidade da sua operação, sem aludir aos dados da OAG, como, aliás, também é prática corrente da Ryanair.

 

Argumentos da TAP

 

A TAP dizia nessa informação que “em Janeiro, os resultados globais de pontualidade na rede da TAP atingiram os 78%” e especificava que no Aeroporto Humberto Delgado, seu hub, “apesar de terem sido registados cinco dias de baixa visibilidade (LVO), motivada pelo nevoeiro, com consequente impacto na operação”, o seu índice de pontualidade foi de 81%, “ficando acima da generalidade das companhias concorrentes, uma vez que a média de pontualidade deste aeroporto foi de 79%” (segundo a OAG foi 71,5%).

A TAP indicou na mesma informação que “a pontualidade na Ponte Aérea (voos entre Lisboa e o Porto) foi de 86%” e afirmava ainda que “o índice de satisfação do Cliente, na Ponte Aérea, revela já o impacto positivo da melhoria da pontualidade, bem como da introdução de aviões a jacto, tendo subido 34 pontos percentuais”.

Oito equipas na batalha das limas deste ano

Batalha das Limas 2

A Batalha das Limas, que se realiza no dia de Carnaval, tem saída marcada para as 14h00, no dia 5 de Março, da Avenida Infante D. Henrique, com a participação de oito equipas de “guerreiros” de água, num total de nove camiões.

As equipas que vão “entrar na guerra de água” são Santa Canalha (Santa Clara), São José (esta, com dois camiões), Bombeiros de Ponta Delgada, Bad Boys (São Roque), Fúria Azul (Livramento), Fajã de Baixo, Rosário da Lagoa e Mercenários (Pico das Canas - São Roque).

Tendo em conta a realização de mais uma edição da já tradicional Batalha das Limas de Ponta Delgada, um dos pontos altos do Carnaval na maior cidade açoriana, a Câmara Municipal informa que o estacionamento ficará proibido na Avenida Infante D Henrique, desde da Praça Vasco da Gama até à rua da Fonte, e também na Avenida João Bosco Mota Amaral.

O trânsito estará proibido na Avenida Infante D. Henrique (no troço compreendido entre a Praça Vasco da Gama e a Rua da Fonte) e na Avenida João Bosco Mota Amaral (desde da Travessa do Varadeiro).

Saliente-se que a todos os participantes da Batalha das Limas fica expressamente proibido o lançamento de “limas” fora do seu percurso definido, mais precisamente entre a Praça Vasco da Gama e a Rua da Fonte.

Mau tempo chega hoje aos Açores com a depressão “Júlia”

chuvaA passagem da depressão “Júlia” pelos Açores vai provocar a partir de hoje um aumento significativo da intensidade do vento e da agitação marítima em toda a Região. 

Às 00h00 de hoje, a “Júlia” estará a uma distância de cerca de 860 quilómetros a noroeste do arquipélago dos Açores, com deslocamento para este/nordeste, pelo que estão previstas rajadas de vento na ordem dos 110 quilómetros/hora durante a madrugada no Grupo Ocidental, durante a madrugada e manhã no Grupo Central e durante a tarde no Grupo Oriental.

Em relação à agitação marítima, as ondas deverão atingir os sete a oito metros de altura significativa nas ilhas do Grupo Ocidental e os seis a sete metros no Grupo Central.

Uma superfície frontal, com actividade moderada a forte, associada à depressão Júlia deve provocar precipitação, por vezes forte, nas ilhas dos grupos Central e Oriental.

Face à previsão do mau tempo, o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) aconselhou ontem a população a “afastar-se das zonas costeiras, especialmente nas localidades situadas a norte e oeste, bem como a tomada de medidas gerais de precaução relativamente à precipitação e ventos fortes”.

Prevê-se que o estado do tempo registe uma melhoria a partir de amanhã, quinta-feira, voltando a sofrer novo agravamento no Sábado, 23 de Fevereiro.

O SRPCBA informa que irá acompanhar o evoluir desta situação, mantendo contacto permanente com o IPMA e tomando as medidas necessárias a cada momento.

Face ao alerta de agitação marítima, também os pescadores estão a precaver-se, protegendo as embarcações de eventuais estragos. É o que se verifica, por exemplo, na ilha de Santa Maria,  onde que todos os barcos de pesca no cais de Vila do Porto foram içados para terra, bem como as embarcações de recreio, deixando aquele porto “deserto”. 

Exportamos menos peixe fresco no ano passado

pescadoresEm 2018 verificou-se uma diminuição de 1,3% no volume de Peixe Fresco saído da região por via aérea.

Segundo dados do SREA, no quarto trimestre do ano de 2018, saíram dos Açores por via aérea 328,8 toneladas de peixe fresco, o que corresponde a um decréscimo de 34,8% face ao trimestre homólogo.

Ao contrário, a pesca descarregada foi maior em 2018 em relação ao ano anterior.

Com efeito, o ano de 2018 foi caracterizado por um aumento na ordem dos 85,8% da quantidade total do pescado descarregado em lota.

Todas as categorias cresceram, com destaque para os Peixes, Tunídeos e Moluscos, excepto a dos crustáceos, que teve uma queda para quase metade.