Pico terá viaturas SIV, anunciou Governo Regional

secretário saude - viaturas sivO Secretário Regional da Saúde anunciou na última quinta-feira que a acção das viaturas SIV (Suporte Imediato de Vida) vai ser alargada à ilha do Pico, tendo em conta “os dados estatísticos e a evolução do próprio serviço”, e que o serviço vai estar disponível 24 horas em S. Miguel, Terceira e Faial.
De acordo com o Gabinete de apoio à Comunicação Social, Luís Cabral afirmou que “foram já dadas indicações ao Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros para dar início ao processo de aquisição da viatura e à formação de pessoal para a implementação do serviço naquela ilha”.
O Secretário Regional da Saúde assistiu ontem, em Angra do Heroísmo, a um balanço da acção desenvolvida pelas viaturas SIV no seu primeiro ano de atividade, constatando que existem benefícios para as pessoas e para o Serviço Regional de Saúde.
Nas três ilhas onde já funcionam, as SIV atenderam 3.352 situações nestes primeiros 12 meses de atividade, tendo sido possível, na maioria dos casos, medicar e estabilizar os doentes antes de chegar ao hospital.
Segundo Luís Cabral, isto permite reduzir o volume de trabalho nas urgências dos hospitais, uma vez que os doentes vêm já estabilizados, reduzindo também o tempo de internamento porque se diminuem os danos, uma vez que há um atendimento mais rápido, e consequentemente “consegue-se um menor grau de morbilidade”.
Estas viaturas também permitem que alguns diagnósticos, como o do enfarte agudo do miocárdio, sejam feitos na casa do doente, podendo os exames ser transmitidos, em tempo real, para o hospital e para o médico de prevenção, o que reduz “significativamente o tempo de ativação dos meios necessários para a intervenção hospitalar”.

PSP apreende material de construção roubado no Nordeste

psp4O Comando Regional dos Açores da Polícia de Segurança Pública (PSP), através no âmbito de actuação da Esquadra do Nordeste, apreendeu na passada quarta-feira, dia 27 de Março, 120 blocos de cimento e 28 taipais em madeira. A apreensão deu-se na sequência de uma investigação por furto naquele concelho.
De acordo com o relatório de actividade diária da PSP, na Ribeira Grande, foi realizada uma operação de fiscalização rodoviária, na qual foram fiscalizados seis veículos e detectadas três infracções de natureza contraordenacional, nomeadamente por condução de veículo automóvel sem fazer uso do cinto.
Na ilha de Santa Maria, foi realizada uma operação de fiscalização rodoviária, na qual foram fiscalizados 15 veículos e detectada uma infracção de natureza contraordenacional, nomeadamente por pneus lisos.
Já no âmbito da Divisão Policial da Horta, na ilha do Faial as autoridades efectuaram uma acção de sensibilização “Comércio Seguro”, onde foram entregues aos comerciantes da ilha panfletos com conselhos de segurança. Uma iniciativa inserida na operação “Páscoa em Segurança” que se realizou ainda nas Lajes das Flores.
Ainda no Faial, foi realizada uma operação de fiscalização rodoviária, na qual foram fiscalizados 19 veículos e detido um homem, de 45 anos de idade, por condução de um veículo automóvel, sob a influência de álcool.
Nas Lajes do Pico, foi igualmente realizada uma operação de fiscalização rodoviária, tendo a força policial fiscalizado onze veículos e detectado uma infracção de natureza contraordenacional por falta de inspecção periódica obrigatória do veículo.
Em Angra do Heroísmo, foram fiscalizados 33 veículos e detectadas 22 infracções de natureza contraordenacional, nomeadamente por falta de inspecção periódica obrigatória do veículo, desobediência a sinalização vertical, estacionamentos irregulares, falta de seguro e falta de documentos.
No âmbito da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial, a PSP efectuou uma operação de fiscalização em estabelecimentos tendo sido detectadas três infracções de natureza contraordenacional, nomeadamente, abertura de estabelecimento por explorador sem comprovativo de ter efectuado a declaração prévia, responsabilizando-se que o estabelecimento cumpre todos os requisitos, não afixação junto à entrada de estabelecimento do tipo e da lotação do mesmo e por não possuir livro de reclamações no estabelecimento.
O relatório da PSP refere ainda que na passada quarta-feira ocorreram seis acidentes de viação nos Açores, dos quais resultaram apenas danos materiais.

Observatório Astronómico de Santana assinala mês Mundial da Astronomia em Abril

Mes mundial da astronomiaO Observatório Astronómico de Santana – Açores (OASA), à semelhança do que aconteceu em 2012, volta a dedicar o mês de Abril às comemorações internacionais do Mês Mundial da Astronomia, como um dos afiliados internacionais da associação “Astronomers Without Borders”, responsável pela promoção e divulgação desta acção global. Uma iniciativa que, segundo nota do OASA, procura manter o espírito e o grande sucesso do Ano Internacional da Astronomia em 2009.
Durante o próximo mês, o OASA irá dinamizar várias actividades, dentro e fora de portas, que procurarão promover, divulgar e celebrar a Astronomia com a população. Para além das actividades, serão transmitidos na página do OASA vários eventos e espectáculos de e sobre astronomia, em simultâneo com vários pontos do globo.
As comemorações do mês da Astronomia, arranca já dia 1 de Abril com uma Observação Solar na Cidade da Ribeira Grande, entre as 15h00 e as 18h00. Desta forma, e com o objectivo de ir ao encontro das pessoas, a equipa do OASA estará presente com dois telescópios, apropriados para a observação do sol, em frente ao Teatro Ribeiragrandense para que todos os presentes possam observar o Sol de uma forma completamente diferente.
Para a primeira sexta-feira de abril, dia 05, o OASA volta a abrir mais uma observação mensal do céu nocturno. Quem nos visitar terá a oportunidade observar o gigante Júpiter e as suas 4 maiores luas. Será uma excelente oportunidade para observar este planeta, já que será a última oportunidade de o observar nas nossas noites de observação nocturna até dezembro de 2013.
No dia 7 de Abril, será dinamizada “Uma Tarde de Sol no OASA”, entre as 15h00 e as 18h00. Numa actividade a pensar nas famílias, todos os que visitarem o OASA poderão participar numa observação do Sol e em oficinas de astronomia para os mais novos, numa tarde de domingo que procurará mostrar que também há estrelas durante o dia.

Campanha contra o abandono de animais em Santa Maria

cão“Tolerância zero ao abandono de animais em Santa Maria” é como se intitula a campanha de sensibilização que a associação Amigos dos Açores e o Clube dos Amigos e Defensores do Património-Cultural e Natural de Santa Maria estão a promover, em parceria com outras entidades.
Em comunicado de imprensa, a organização avança que “o abandono de animais, que ainda acontecem em Santa Maria, são actos cruéis e degradantes, que devem ser veementemente combatidos sem complacências, pois daí decorrem graves consequências como o sofrimento dos próprios animais vitimados por essa irresponsabilidade, a má imagem que dá à ilha e ao seu povo”. A organização denuncia ainda os “graves perigos que poderão advir para a saúde pública e segurança de pessoas”.

Casa do Povo do Porto Judeu denuncia falso peditório para vítimas do mau tempo na Terceira

porto judeuA Casa do Povo do Porto Judeu, na ilha Terceira, anunciou ontem ter detectado um caso de burla, com uma mulher que terá feito um falso peditório, porta a porta, de apoio às vítimas de inundações na freguesia.
“Há pessoas a pedir em nome da Casa do Povo de Porto Judeu donativos em dinheiro ou outros bens sem o conhecimento da instituição”, alertou o seu presidente, João Tavares.
Recorde-se que no dia 14 de Março, uma ribeira transbordou na freguesia do Porto Judeu, destruindo vias e provocando estragos em carros e a inundação de casas, afectando cerca de 40 famílias.
João Tavares revelou, em declarações à agência Lusa, que neste momento estão ainda alojadas em casas de familiares cinco famílias, que são ajudadas pela instituição com bens alimentares e roupas, doados pela população.
“Ainda vai levar algum tempo, talvez mais um mês ou dois, para voltarem a casa, porque são necessárias algumas obras”, adiantou.
O presidente da Casa do Povo disse que a mulher que estaria a utilizar o nome da instituição para angariar fundos já foi identificada, mas “continua a pedir”.
João Tavares salientou que “ninguém está a fazer um peditório porta a porta” associado à Casa do Povo, havendo, no entanto, uma conta aberta na Caixa de Crédito Agrícola de apoio às famílias afectadas, com o NIB 004580650151111600177.
Segundo o presidente da Casa do Povo, o grupo de motards da ilha Terceira está também a organizar um passeio, em que será feito um peditório, mas os elementos estarão “devidamente identificados”.
No passado dia 22, um grupo de cantores locais organizou um concerto de solidariedade na freguesia, que angariou mais de dois mil euros e, segundo João Tavares, deverão ser organizados outros espectáculos em breve.
O montante angariado por estas vias será destinado à aquisição de bens, como electrodomésticos, ou à realização de pequenas obras, para que as famílias possam regressar rapidamente às suas habitações.