Edit Template

CDU defende construção de parque habitacional público e apoio aos arrendamento

O primeiro candidato da CDU pelo círculo eleitoral da ilha Terceira, Pedro Bartolomeu, visitou os bairros sociais da Terra Chã e do Lameirinho, em Angra do Heroísmo, numa ação de contato com a população.
O objectivo foi chamar a atenção para “a situação grave que se vive na ilha no sector da habitação, concretamente devido à falta de habitação social, à diminuta oferta do mercado de arrendamento, ao aumento constante das rendas de casa, e à subida galopante das taxas de juro no crédito à habitação”.
É neste quadro que a CDU considera que “são necessárias medidas urgentes para combater esta situação, que está a arrastar muitas famílias para o empobrecimento e para o desespero”.
Para a CDU, “os anteriores governos do PS e o Governo da coligação de direita PSD-CDS-PPM, apoiada pelo Chega e IL, não solucionaram este grave problema, limitando-se a implementar algumas medidas avulsas que ficaram muito aquém da intervenção que é necessária e urgente para dar resposta às necessidades de habitação que são sentidas nesta ilha”.
A CDU defende “o incremento de um parque habitacional público, construindo e adaptando o parque habitacional devoluto, colocando-o ao serviço das famílias mais carenciadas”.
“É urgente a concretização e actualização do sistema regional de apoio ao arrendamento, no sentido de abranger mais famílias, com rigor na sua aplicação. Para além disso, devem ser tomadas medidas para combater a especulação verificada com os aumentos desmedidos das rendas, justificando-se a necessidade de existir um mecanismo regulador neste setor”, afirma a CDU.
“Com os aumentos das taxas de juro nos créditos á habitação, são os bancos que lucram de forma escandalosa enquanto muitas famílias estão a ficar sem capacidade para pagarem as suas prestações e correm o risco de ficarem sem as suas casas”, acrescenta.
“São necessárias medidas que travem os sucessivos aumentos do juros e criação de apoios efetivos às famílias que se encontram em situação económica difícil e que já não conseguem cumprir com os seus compromissos bancários. Só com o reforço eleitoral da CDU podemos garantir aos terceirenses a defesa do direito a uma habitação condigna e a uma vida melhor”, conclui a CDU.

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores