Edit Template

Em 2023 registaram-se 1,2 milhões de hóspedes no Açores, significando um acréscimo de 14,8% face ao ano anterior

No ano de 2023 (dados preliminares), registaram-se 3,8 milhões de dormidas e 1,2 milhões de hóspedes, representando um acréscimo face ao ano anterior de 15,1% e 14,8%, respectivamente.
Em Dezembro, no conjunto dos estabelecimentos de alojamento turístico (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos, pousadas, unidades de alojamento local e unidades de turismo no espaço rural) dos Açores registaram-se 120,6 mil dormidas, valor inferior em 5,4% ao registado no mês homólogo.
O mercado nacional (residentes em Portugal) garantiu 64,9 mil dormidas (53,8% do total), correspondendo a um decréscimo de 9,1%, face ao mesmo mês do ano anterior, enquanto as dormidas dos mercados externos (residentes no estrangeiro) foram de 55,7 mil (46,2% do total), registando uma diminuição, em termos homólogos, de 0,5%. Relativamente ao número de hóspedes, este foi de 43,8 mil, apresentando uma taxa de variação homóloga negativa de 3,9%.
Considerando o conjunto dos estabelecimentos de alojamento turístico, a hotelaria concentrou 64,0% da totalidade de dormidas (77,2 mil de dormidas), seguindo-se o alojamento local com 32,9% (39,7 mil dormidas) e o turismo no espaço rural com 3,0% (3,7 mil dormidas).
Analisando os mercados externos, em Dezembro, os Estados Unidos da América destacam-se como principal mercado emissor com 10,4 mil dormidas (18,7% do subtotal – dormidas de residentes no estrangeiro) e um crescimento homólogo de 19,5%, seguindo-se a Espanha com 9,3 mil dormidas (16,8% do subtotal) e variação homóloga negativa de 0,4% e a Alemanha com 8,6 mil dormidas (15,4% do subtotal) e um decréscimo homólogo de 1,5%. O conjunto Outros Países destaca-se igualmente com 9,2 mil dormidas (16,5% do subtotal), com principal contribuição dos mercados da Polónia, Chéquia e Rússia (4,2%, 1,7% e 1,3% do subtotal, respectivamente). Os mercados que apresentaram maior variação homóloga positiva foram os do Canadá (38,0%) e Noruega (33,6%). Por outro lado, os maiores decréscimos homólogos verificaram-se nos mercados da Suécia (-48,7%), Dinamarca (-46,0%) e Países Baixos (-43,0%).
No ano de 2023, o total de dormidas foi de 3,8 milhões, representando um acréscimo face ao ano anterior de 15,1%. Relativamente aos hóspedes, o número total foi de 1,2 milhões, valor superior em 14,8% relativamente ao ano 2022. Neste ano, a estada média situou-se nos 3,18 dias.
Entre Dezembro de 2021 e dezembro de 2023, no conjunto dos estabelecimentos de alojamento turístico, o registo mais elevado de dormidas, nos Açores, ocorreu no último mês de agosto com cerca de 589,8 mil dormidas.
No país, em Dezembro, as dormidas apresentaram uma variação homóloga positiva de 8,2%. No ano de 2023 (dados preliminares), as dormidas registaram um acréscimo face ao ano anterior de 10,7%.

Hotelaria
e Alojamento Local

Considerando apenas os dois principais estabelecimentos de alojamento turístico, hotelaria e alojamento local, com 97,0% do total de dormidas no mês de Dezembro, registaram-se 117,0 mil dormidas, com uma variação homóloga negativa de 5,5%. O mercado nacional garantiu cerca de 63,8 mil dormidas, correspondendo a um decréscimo homólogo de 9,2%, enquanto os mercados externos contribuíram com 53,1 mil dormidas, registando igualmente um decréscimo, em termos homólogos, de 0,6%. O registo de hóspedes atingiu 42,7 mil, apresentando uma taxa de variação homóloga negativa de 4,4%.
No ano de 2023, na hotelaria e no alojamento local, registaram-se 3,6 milhões de dormidas, valor superior em 14,4% ao registado no ano anterior, e 1,1 milhões de hóspedes, representando um acréscimo anual de 14,3%.
Para os dois principais estabelecimentos de alojamento turístico, verifica-se que, em Dezembro, as ilhas que apresentaram variação homóloga positiva nas dormidas foram: Graciosa (80,0%), Corvo (37,5%), Flores (27,9%), Santa Maria (18,5%) e Terceira (5,3%). Em sentido inverso, as ilhas do Pico (-19,8%), São Jorge (- 9,9%), São Miguel (-8,3%) e Faial (-3,7%) apresentaram variação homóloga negativa nas dormidas.
Neste mês, a ilha de São Miguel, com 84,3 mil dormidas, concentrou 72,1% do total de dormidas da hotelaria e alojamento local, seguindo-se a Terceira com 19,6 mil dormidas (16,7%), o Faial com 6,0 mil dormidas (5,1%) e o Pico com 2,6 mil dormidas (2,2%).

Hotelaria

No mês de Dezembro, nos Açores, a hotelaria registou 77,2 mil dormidas, apresentando uma variação homóloga negativa de 4,8%. O mercado nacional garantiu 49,5 mil dormidas, correspondendo a um decréscimo homólogo de 7,6%, enquanto os mercados externos contribuíram com 27,7 mil dormidas, registando um aumento, em termos homólogos, de 0,7%. O registo de hóspedes atingiu 32,1 mil, apresentando uma taxa de variação negativa de 1,6% relativamente ao mesmo mês do ano anterior.
Os proveitos totais, no mês de dezembro, registaram uma variação positiva de 0,5% e os proveitos de aposento uma variação, igualmente positiva, de 2,8% relativamente ao mesmo mês do ano anterior. O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) foi de 19,8 euros e por quarto utilizado (ADR) foi de 69,2 euros.
No ano de 2023, na hotelaria, registaram-se 2,1 milhões de dormidas, valor superior em 6,2% ao registado no ano anterior, e 718,3 mil hóspedes, representando um acréscimo anual de 8,5%. Os proveitos totais atingiram os 157,8 milhões de euros e os proveitos de aposento 119,6 milhões de euros, representando acréscimos face ao ano anterior de 23,1% e 24,4%, respectivamente.
Na hotelaria, as ilhas que apresentaram variação homóloga positiva nas dormidas em Dezembro foram:
Corvo (92,3%), Graciosa (68,8%), Terceira (14,5%), Flores (10,3%), Santa Maria (7,2%) e Faial (1,2%). Em sentido inverso, as ilhas do Pico (-11,2%), São Miguel (-10,1%) e São Jorge (-9,3%) apresentaram variação homóloga negativa nas dormidas.
Neste mês, a ilha de São Miguel, com 54,4 mil dormidas, concentrou 70,5% do total de dormidas da hotelaria, seguindo-se a Terceira com 15,2 mil dormidas (19,7%), o Faial com 3,6 mil dormidas (4,7%) e Santa Maria e Pico com 0,9 mil dormidas (1,2%).
No país, em Dezembro, as dormidas na hotelaria apresentaram uma variação homóloga positiva de 7,7%.
No ano de 2023 (dados preliminares), as dormidas na hotelaria registaram um acréscimo face ao ano anterior de 9,8%.

Alojamento Local

No mês de Dezembro, nos Açores, o alojamento local registou 39,7 mil dormidas, apresentando uma variação homóloga negativa de 6,8%. O mercado nacional garantiu cerca de 14,3 mil dormidas, correspondendo a um decréscimo homólogo de 14,3%, enquanto os mercados externos contribuíram com 25,4 mil dormidas, registando um decréscimo, em termos homólogos, de 1,9%. O registo de hóspedes atingiu 10,6 mil, apresentando uma taxa de variação homóloga negativa de 12,0%.
No ano de 2023, no alojamento local, registaram-se 1,5 milhões dormidas, valor superior em 27,9% ao registado no ano anterior, e 425,6 mil de hóspedes, representando um acréscimo anual de 25,8%.
No alojamento local, as ilhas que apresentaram variação homóloga positiva nas dormidas em Dezembro foram: Santa Maria (131,8%), Graciosa (120,0%) e Flores (58,1%). Em sentido inverso, as ilhas do Corvo (-64,3%), Pico (-24,0%), Terceira (-17,8%), São Jorge (-11,0%), Faial (-10,3%) e São Miguel (-4,9%) apresentam variação homóloga negativa nas dormidas.
Neste mês, a ilha de São Miguel com 29,9 mil dormidas concentrou 75,2% do total de dormidas do alojamento local, seguindo-se a Terceira com 4,4 mil dormidas (11,0%), o Faial com 2,4 mil dormidas (6,0%) e o Pico com 1,7 mil dormidas (4,2%).
Das respostas declaradas no mês de Dezembro, 62,9% dos estabelecimentos de alojamento local activos reportaram que não tiveram movimento de hóspedes.

Turismo no Espaço Rural

No mês de Dezembro, nos Açores, o turismo no espaço rural registou 3,7 mil dormidas, apresentando uma variação homóloga negativa de 1,6%. O mercado nacional garantiu 1,1 mil dormidas, correspondendo a um decréscimo homólogo de 4,9%, enquanto os mercados externos contribuíram com 2,6 mil dormidas, registando um decréscimo, em termos homólogos, de 0,2%. O registo de hóspedes atingiu 1,2 mil, apresentando uma taxa de variação positiva de 17,9% relativamente ao mês homólogo.
No ano de 2023, no turismo no espaço rural, registaram-se 140,7 mil dormidas, valor superior em 36,0% ao registado no ano anterior, e 42,4 mil de hóspedes, representando um acréscimo anual de 29,7%.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores