Edit Template

Concerto “Jovens Solistas pela Igualdade” decorre no dia 23 de Março, na UAc

Jovens músicos, ligados ao projecto Orquestra Geração, apresentar-se-ão a solo com a Camerata Arquipélago, na Aula Magna da Universidade dos Açores, dando testemunho do impacto positivo da educação pela arte na desconstrução dos paradigmas de exclusão e na construção de percursos de vida mais auspiciosos.
Dia 23 de Março pelas 16h00, é apresentado na Aula Magna da Universidade dos Açores o concerto de encerramento do projecto Jovens Solistas pela Igualdade, um projecto desenvolvido pela Arquipélago Cromático – Associação Cultural, e a Academia das Artes da Universidade dos Açores, contando com o apoio financeiro da República Portuguesa – Cultura / Direcção-geral das Artes.
Concretizando-se na proximidade do Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, este projecto pretende ser uma acção concreta de prevenção e combate à discriminação racial no sector da cultura.
Três jovens músicos ligados desde tenra idade ao projecto Orquestra Geração, um dos projectos de intervenção social pela arte com maior mérito em Portugal e, também, amplamente reconhecido a nível internacional, estarão em residência artística em Ponta Delgada, preparando a apresentação de três obras musicais originais, autoria dos compositores portugueses Ângela da Ponte, Eurico Carrapatoso e Luís Neto da Costa. Estes jovens músicos cresceram e estudaram em contextos de desfavorecimento socioeconómico e de exclusão social, sendo o seu percurso de vida um reflexo e testemunho do impacto positivo da educação pela arte na desconstrução dos paradigmas de exclusão e na construção de percursos de vida mais auspiciosos.
Em concerto, estes jovens solistas serão acompanhados pela Camerata Arquipélago, um agrupamento camerístico composto essencialmente por músicos açorianos ou residentes no arquipélago, e que terá neste projecto a sua estreia, sob direcção do maestro Hélio Soares.
Este projecto contará, ainda, com a presença de Helena Lima, presidente da Associação de Orquestras Sinfónicas Juvenis – Sistema Portugal, entidade que tutela o projecto Orquestra Geração, e que apresentará ao público a missão e valores do projecto, bem como o percurso percorrido desde a sua implementação em Portugal, no concelho da Amadora, em 2007.
No âmbito do projecto, decorrerá ainda uma reunião entre Helena Lima, representantes políticos e outros agentes que possam vir a ter um papel activo no desenvolvimento de projectos de intervenção social pela arte na Região Autónoma dos Açores.

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores