Edit Template

Gilberto Vieira, Associação Turismo Rural“Açores não têm turismo a mais”

O Presidente das Casas Açorianas-Associação Regional de Turismo Rural, Gilberto Vieira, afirmou ontem que os Açores não têm turismo a mais.
“Basta verificar que o maior número dos turistas que nos visitam continua, de longe, a concentrar-se nos meses de Verão, depois vêm longos meses de sazonalidade. A isto acresce o facto de termos ilhas, como São Miguel e a Terceira que concentram a grande maioria dos turistas que nos visitam, enquanto outras continuam a receber um número bastante mais reduzido de turistas, uma pequena parte daqueles que nos visitam ao longo do ano”, acrescentou o empresário turístico.
Gilberto Vieira falava na abertura do Encontro das Casas Açorianas, que está a decorrer neste fim de semana na ilha de Santa Maria, com a participação de empresários do sector de todas as ilhas e vários convidados regionais e nacionais.
Para o dirigente da Associação, esta situação demonstra que os Açores “ainda estão bem longe de estarem esgotados em termos turísticos, bem longe de terem turistas a mais. Aliás, enquanto os números do turismo não forem mais equilibrados ao longo de todo o ano, enquanto o turismo não chegar a todas as nossas ilhas com a força de poder contribuir para o crescimento de cada uma das economias locais, diremos que continuamos a poder crescer em número de turistas”.
E acrescentou: “Apesar de tudo isto, e face aos indicadores do ano passado, sabemos que não faltarão as vozes daqueles que “torcem o nariz” ao desenvolvimento turístico da região e que virão agora, tal como já o fizeram no passado, clamar que temos turistas a mais. Podem, esses ou outros, clamar acerca da degradação ambiental do nosso território, mas também aqui faltarão à verdade. E a verdade é que os Açores estão constantemente a ser reconhecidos internacionalmente como um destino que preserva o ambiente, como um destino sustentável”.
Depois de referir os inúmeros prémios que os Açores têm recebido a nível mundial no sector do turismo, Gilberto Vieira alerta que ”o turismo nos Açores está a atingir a sua maturidade, e nós, associados das Casas Açorianas – Associação e Turismo em Espaço Rural, orgulhamo-nos disso, orgulhamo-nos do contributo que sempre demos para que isso pudesse acontecer. Agora que chegamos a essa maturidade, com o reconhecimento que o turismo açoriano tem no país, e internacionalmente, a nossa responsabilidade não diminuiu. Muito pelo contrário, a nossa responsabilidade aumentou. Por isso temos de continuar a crescer cuidando”.
O empresário de turismo rural, que é proprietário da Quinta do Martelo, na ilha Terceira, finalizou a sua intervenção com um apelo: “Temos de valorizar o território, temos de valorizar a nossa oferta turística, procurar receber ainda melhor o turista do que já fazemos, procurar corresponder às suas necessidades no que diz respeito à prestação de serviços, procurar valorizar a nossa gastronomia que estes tanto apreciam. Só assim o turista que nos visita poderá reconhecer que a nossa oferta tem a qualidade a que aspirou ao escolher os Açores para as suas férias e ser o nosso melhor embaixador junto das suas comunidades, divulgando as suas experiências e o seu agrado pela forma como aqui foi acolhido e por tudo o que o destino lhe ofereceu”.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores